Nome
*
E-mail

*
Mensagem




31.03.04 // A Vanguarda da Publicidade

Como um complemento de sua campanha publicitária aonde usuários incautos ficam paralisados ao receberem imagens em movimento nos seus celulares (eu posso visualizar claramente a reunião de apresentação da idéia com um publicitário metrosexual convencendo seu público: - Paralizados x Movimento. Parados x Em movimento. Sacara? Sacaram? Hein hein?) a Oi está investindo em um novo tipo de mal.

Andando pelas ruas do centro do Rio você encontra vítimas do desemprego que assola o país tendo que se sujeitar a vestir um uniforme de garoto-OI e ficar parado no meio da Gonçalves Dias olhando como um idiota para seu celular. E ele fica lá, em meio as intempéres, empurrôes e olhares constrangidos. Não fiquei tempo o suficiente para ver o fim da performance, mas do jeito que a coisa anda por aqui acredito que o coup-de-grace tinha a participação de algum malandro que passaria correndo e levaria o celular da mão do manequin humano. Como sempre, nossa equipe de publicitários estão de parabéns.

NOTA: Se você for escrever um comentário dizendo que eu faço isso porque no fundo gostaria de ser um publicitário, por favor economize seu teclado. Parem com essa mania de ficar inventando explicações psicologizantes pra tudo. Se eu não gosto de camarão é porque eu queria ser um camarão e nunca poderei ser? Se eu piso em um cocô e me chateio é porque eu queria estar no lugar dele? Ora bolas, peregrinos.

05:49 PM | mais O Mundo de Bizarro | Comente. (35)


// Veja Bem 2

A matéria da Veja está devidamente escaneada, olhem lá no site do Jujuba Preta. E lembrem-se, esse mês, quem comprar uma camisa Jujuba Preta ganha um lindo pote de Pet reciclável com mil e uma utilidades.

11:04 AM | mais Notícias | Comente. (37)


// Um Scanner Escuramente

E o Frenesi Philip K. Dick não para. Hollywood descobriu que o melhor escritor de ficção científica do mundo também é uma ótima fonte de roteiros para thrilers e a nova vítima vai ser ´A Scanner Darkly´. Livro que eu ainda não li, apesar de ter na minha estante, mas que já adianto que é muito bom.

Não falei ainda do Pagamento. Falarei em um post seguinte. Junto com o post sobre Era uma Vez no México. Quem viver, verá.

10:39 AM | mais Cinema | Comente. (50)


30.03.04 // Veja bem.

Sim, eu e Madame estamos na Veja Rio dessa semana, por conta do Jujuba Preta. Tamos na fotinha do índice. Agora só falta ganhar dinheiro!

E ainda esse mês vamos estar em outra revista aí, eu só digo quando sair na banca. Mistéééério.

04:32 PM | mais Notícias | Comente. (35)


// 64 / 21

Tirem suas próprias conclusões.

12:26 PM | mais Design | Comente. (61)


// Rolé Radioativo.

Que tal um assustador e informativo tour fotográfico por Chernobil? Dica do Rafael Spoladore.

Impossível não lembrar do Stalker, que alias foi lançado em DVD pela Continental a pouco tempo. Alguém já assistiu? A cópia tah boa? Se você não conhece Stalker ou o Tarkovisky, é um bom começo. Alugue, assista, e depois me diga se a cópia tá boa. Por favor.

12:11 PM | mais O Mundo de Bizarro | Comente. (40)


// O Eterno Retorno.

Depois de uma temporada de apostas corajosas na sua linha de hqs que incluiu a transformação da X-force na boy/girl band X-statix, a contratação de Grant Morrison para os New X-men e do enfant terrible Garth Ennis para o Justiceiro, a Marvel está se preparando para dar um salto de 10 anos. Pra trás.

Grant Morrison deixa os homens X esse mês e com sua saída novos times criativos vão assumir a linha. Entre eles, Chris Claremont vai ficar com a capitania de dois títulos. O mesmo Claremont que levou a franquia a seu status de cult nos anos 70/80 e depois se tornou um pastiche de si mesmo. Pra quem conheceu a revista nessa época, deixe eu ilustrar a situação para vocês. Como começa o primeiro roteito escrito por ele nessa nova fase? Acertou quem falou ´uma partida de beisebol entre os membros do grupo aonde em certo momento os jogadores começam a usar seus poderes e tudo descamba para uma grande confusão´. Meu Deus do céu, quantas vezes já vimos isso?

As mudanças mais importantes do grupo incluem a troca dos uniformes de couro altamente contemporâneos por colantes multicoloridos e a transformação dos pupilos do careca mais poderoso do mundo em uma força tarefa para a manutenção da comunidade mutante mundial. De acordo com a cúpula editorial da Marvel, eles estavam com saudades das histórias heróicas e cheias de grandiosismo. E se preparem pra muito mais Wolverine. Em todas as revistas. Em todas as capas. Wolverine, Wolverine, Wolverine. Porque a editora não conhece o conceito de super exposição.

X-statix, por sua vez, tem as vendas diminuindo a cada mês. Para piorar a situação, Rob "113 dentes e 3 bíceps" Liefeld foi contratado para escrever uma mini-série com a encarnação anterior do grupo, a X-force. Sinal de que a batata do ótimo Peter Milligan está assando. Em um forno microondas.

O único que se safou foi Garth Ennis, promovido a linha Max e com libertade criativa quase total. Mas com o vindouro filme do seguidor de Sivuca é possível que decidam torna-lo mais palatável.

O que é bom dura pouco, peregrinos. Vamos ver se a DC aproveita a deixa e pega os talentos que a Marvel está desperdicando.

10:18 AM | mais Hqs | Comente. (22)


29.03.04 // Bem-vindo

A partir da meia-noite de hoje, passa a vigorar na Irlanda uma lei que probe o consumo de cigarros, charutos e similares em praticamente todos os locais públicos. Quem se arriscar a acender um cigarro depois do almoço em qualquer restaurante está arriscado a pagar uma multa de 3000 Euros.

Daqui a mais alguns anos provavelmente veremos o primeiro campo de concentração para os fumantes, consumidores de carne vermelha e não praticantes do catolicismo. Mais alguns as leis vão incluir quem beber uma branquinha ou comer alguma comida acima do nível permitido de colesterol. No próximo século o controle do seu corpo vai ser completamente transferido para o estado, quem sair da dieta imposta pelo governo ou não conseguir cumprir o plano de exercícios diários sendo enviado diretamente pra execução em praça pública.

Como disse o grande sábio Snake Plissken, “Bem-vindo a raça humana”.

03:19 PM | mais Notícias | Comente. (42)


25.03.04 // Cidade Partida

Não é a primeira vez que eu descubro alguma coisa legal muito tempo depois dela ter aparecido. Já aconteceu com várias coisas, e agora está acontecendo com a dupla Brian Azarello e Eduardo Riso. Sempre ouvi dizer que o ´100 balas´ era bom, nunca tive saco de ler. O mesmo com o Hellblazer do Azarello. Agora resolvi acreditar em recomendações do gênio Mark Millar e ler o o arco de histórias do Batman produzido pela dupla.

Ele está saindo agora nos EUA, e ocupa as edições 620 a 626 da revista principal do cruzado de capa. A última sai esse mês e se você lê inglês, mas como eu não tem dinheiro pra bancar esse hobbie cada vez mais caro que é a quadrinhofilia, recomendo que baixe o programa DC++ e procure os hubs dedicados a quadrinhos. Você pode encontrar tudo lá. Qualquer coisa. Mas po, se você tem dinheiro compre as revistas. Eu mesmo ainda compro as minhas preferidas. Porque nego ainda precisa receber salário pra trabalhar com isso.

Broken City, basicamente, é a cria maldita de Batman e Sin City. O herói narra em off (e se revela até possuidor de um senso de humor que não mostra por ai para manter a sua reputação) a história de sua busca por Angel Lupo, acusado de assassinar a própria irmã que se torna uma obssessão do herói depois de provocar a morte de um casal na frente de seu filho pequeno, fazendo com que o morcegão pire na batatinha.

A maneira como o Batman está escrita é o equilíbrio perfeito entre o detetive e o psicopata violento que compõe o personagem. O resultado é um vigilante que podia ter sido escrito por Hammet, pai dos romances noir. E Broken City é noir até a medula, desde o nome e passando por todo seu repertório de femmes fatales, becos escuros, nightclubs, heróis que são postos inconscientes e acordam com sede de vingança, diálogos com metáforas rebuscadas e um clima geral de decadência e falta de perspectiva. Em certo momento alguém até chama o protagonista de ´Shamus´, gíria clássica do submundo daonde saiu Philip Marlowe e o Continental OP.

E Eduardo Riso não fica atrás do Azarello não rapaz. Sua arte é sombria, mas com traços leves, e lembra em muitos momentos Frank Miller ou Mike Mignolla com sua escuridão expressionista e cenas de ação impecáveis. Até as capas são ótimas. Não lembro o nome do capista, mas se eu lembrasse ia babar o maior ovo pra ele agora também.

Ou seja, agora eu vou ser obrigado a ler todo o 100 balas, o que vai tomar muito do meu tempo. Além disso vou ter que ler também o Superman do Azarello, que saiu esse mês nos EUA. E mês que vem vai sair o Jhonny Double, da mesma dupla, no Brasil. Vou te dizer, malandro, esse negócio de ler histórias em quadrinho está acabado com minha vida.

05:17 PM | mais Hqs | Comente. (28)


// Duvide-o-dó

Se esse filme novo do Justiceiro vai prestar ninguém sabe. Mas o diretor é novo e apesar dele ter escrito ´O Jovem Indiana Jones´ e escalado o John Travolta como vilão ainda existe esperança. Mas se deu pra perceber alguma coisa legal nos trailers até agora é que o roteiro está usando vários personagens criados por Garth Ennis na primeira fase em que ele escreveu o personagem e quando a hq parecia um filme dos irmãos Marx aonde o protagonista era um carcamano psicótico e armado até os dentes.

Por exemplo, eu quero muito ver é se nego vai ter o culhão necessário pra representar na tela grande o modo como o Justiceiro dá cabo do assassino chamado de Russo. Modo esse que envolve uma morte por sufocamento embaixo de um gordo de 400 quilos. Se dessem pro Robert Rodriguez dirigir eu aposto veriamos essa cena em live action.

Aliás, tem gente que ainda está esperando o post sobre Era uma vez no México. O problema é que eu ainda não consegui escrever nada a altura dessa obra prima. Então segura as varize, camaradinhas.

11:34 AM | mais Hqs | Comente. (32)


24.03.04 // Mirra?

O filme A Vida de Brian, do grupo comediante britânico Monty Python, retornará às telas de cinema nos Estados Unidos em meio ao sucesso de A Paixão de Cristo, de Mel Gibson. A reestréia da sátira bíblica será realizada em Los Angeles, Nova York e outras cidades americanas para marcar os 25 anos do filme.

Pra não dizer que A Paixão de Cristo não serviu pra nada.

04:25 PM | mais Notícias | Comente. (50)


23.03.04 // Outlaw

Acima, fita de atari Outlaw (1978) e foto de divulgação de Outlaw Josey Wales (Josey Wales, o fora-da-lei, 1976).

A qualidade do filme é inversamente proporcional ao jogo, deixo claro.

04:06 PM | mais Coisa Nenhuma | Comente. (24)


// Cadê o Nizan?

A publicidade brasileira se gaba de ganhar um milhão de prêmios, patati patata. Mas aonde estão os gênios da publicidade que ainda não colocaram a notícia do pastor evangélico que infartou assistindo A Paixão de Cristo do Mel? "Aquele que matou o pastor!", "Seu coração vai parar com esse filme!", "A Paixão de Cristo é tiro e queda!". São só algumas sugetões.

Aproveito esse post para dar o braço a torcer e deixar claro de que apesar de eu sacanear tanto os publicitários aqui, eu reconheco que as peças publicitárias brasileiras (pelo menos na tv) merecem todos os prêmios que ganham. Inclusive os fantasmas. Prova disso é o novo reclame da Pepsi, featuring Britney, Beyonce, Pink (sem o cérebro) e Enrique Iglesias. Tanto dinheiro gasto para fazer o comercial mais cafona e idiota que eu já vi, que alias só deve funcionar nos EUA, aonde a simples inserção de dos supracitados atros pops deve ser suficiente para levar hordas de adolescente a consumir o refrigerante. Ou não.

03:54 PM | mais Piadas Infames | Comente. (24)


22.03.04 // Rodriguez x Directors Guild of America

Robert Rodriguez decidiu sair da Associação dos Diretores da América (DGA) para poder dirigir a adaptação de Sin City para as telas.

Segundo a Variety, o cineasta tomou a decisão depois de ser informado pela associação de que não poderia dividir os créditos da direção com Frank Miller, o consagrado quadrinhista que criou a série de HQs de Sin City e que também está trabalhando na adaptação. A regra da DGA é clara: Apenas um diretor por filme.

Irritado com a restrição, Rodruiguez preferiu retirar sua afiliação e vai dirigir o filme ao lado de Miller. Além disso, Quentin Tarantino também deve dirigir um trecho do longa, como "diretor especialmente convidado".

Mas não é que esse menino só sobe no meu conceito? E não desista, peregrino, em breve o meu post grande sobre Era uma vez no México.

Essa notícia roubada descaradamente do omelete.

11:12 AM | mais Cinema | Comente. (43)


19.03.04 // Contracampo.

Saiu a nova Contracampo, com um redesign atrasado feito por esse que voz fala. Visitem!

02:24 PM | mais Comunicados | Comente. (29)


// Vade Retro!

O juiz André Alves da Costa, da 39 Vara Cível do Rio, mandou fechar a Igreja Universal da galeria do Largo do Machado, onde funcionava o Cine Condor.

É que o estatuto do prédio só permite atividades comerciais e culturais. Causa ganha pelo advogado Manoel Messias Peixinho.

Duvide-o-dó que a proibição dure mais de uma semana (os advogados da Universal são competentes e os subornos altos) mas por enquanto estou me divertindo.

10:37 AM | mais Notícias | Comente. (59)


18.03.04 // Merdalhão.

Enquanto não arranjo tempo pra escrever um post grande que eu tenho em mente, vou dar uma dica boa pra vocês, meus fiéis leitores.

Essa dica é para aqueles momentos em que você se encontra em sua locadora preferida, de bobeira, escolhendo um filme. Então. Quando você estiver lá, em hipótese nenhuma pegue o filme novo do Jackie Chan, o Medalhão. É o pior filme dele que eu já vi. Sabe o Terno de dois bilhões de dólares? É melhor que esse aí.

Pela primeira vez eu agradeço as produtoras que lançaram esse aí direto em vídeo. Mandaram muito bem dessa vez. Agora eu vou voltar para o meu trabalho. Obrigado pela atenção.

03:50 PM | mais Cinema | Comente. (48)


16.03.04 // Trailers no MAM

Domingo, 28 as 18 horas o MAM do Rio fecha o seu mês de encontros cineclubistas com uma maratona de trailers. Duas horas só de trailers, desde o início do cinema até hoje! Ave Maria, crê em Deus pai!

03:30 PM | mais Cinema | Comente. (29)


// Pereio, eu de odéio.

“O Peréio decidiu esticar uma noitada, eu quis ir pra casa. Ele levou meu carro para uma boca-de-fumo em cima do Rebouças e ficou lá tomando cerveja. O freio estava solto e o carro despencou, outros bateram em cima, as luzes dos túneis apagaram, o trânsito ficou completamente paralisado. Ele estava sem os documentos e foi levado para a delegacia. No dia seguinte, voltou para casa e tudo que ele disse, pegando o jornal na mesa para ler a chamada de capa sobre o acidente, foi: ‘esses jornalistas entendem tudo errado mesmo. Não é Carro despenca na boca do túnel, a manchete tinha que ser ‘Carro despenca da boca no túnel’”

Reportagem da Chinchila no Nomínimo! Pereiozinho paz-e-amor

11:20 AM | mais Cinema | Comente. (58)


15.03.04 // Grobo.

Juju Manda:

Deu no Grobo

como mudar seu nome para um símbolo, obviamente, impronunciável; em seguida, ser chamado de The Artist, ou Tafkap (iniciais de “The artist formally known as Prince”, “O artista formalmente conhecido como Prince”)

formerly?

10:34 AM | mais Notícias | Comente. (47)


// Atualização

Pros desavisados: O blog dos 3 redatores não acabou, só mudou de endereço. O novo é esse aqui.

10:24 AM | mais Comunicados | Comente. (47)


12.03.04 // Formador de opinião.

Juju indica: Pra vocês verem como esse blog é formador de opinião, apresento essa nota do globo de hoje, na coluna controle remoto.

Nota 0

Para “Alegria, alegria”, com Daltro Cavalheiro, da RedeTV!. Os jurados acumulam a função de patrocinadores, que tal? O programa é simplesmente o fim da picada.

02:33 PM | mais Televisão | Comente. (26)


11.03.04 // Alegria, Alegria.

Em boa hora vem o comentário do camaradinha Rafael para me lembrar de um post que eu tinha engavetado aqui. Já está definido o sucessor vitalício da grande Monique Evans, o mais novo gênio da tv brasileira é DALTRO CAVALEIRO.

Daltro, também conhecido por seu papel de Goldmember no último longa do Austin Powers, comanda durante a madrugada da Rede TV o programa que leva o nome do seu bordão: Alegria, Alegria!

O programa é surreal desde os cenários de fazerem inveja ao Hermes e Renato até as atrações que são gravadas em dias diferentes do programa principal e exibidas como se estivessem ali ao vivo. Claro que nada disso faz jus a formosa co-apresentadora do programa, uma dama cujo charme só supera a sua desenvoltura na frente das câmeras.

Twin Peaks é o escambau, isso é que é tv de vanguarda.

09:57 PM | mais Televisão | Comente. (46)


// O fim de uma era.

O catarse aconteceu no último domingo, na evangélica Igreja Bola de Neve (isso mesmo) em São Paulo. Durante o culto dessa igreja (cuja linha moderna atrai muitos jovens surfistas), Monique Evans foi chamada pelo pastor ao palco. Ele então anunciou aos fiéis que, naquela noite, todos ouviriam uma maravilhosa boa nova. Houve burburinho...

O pastor evangélico então anunciou, diante de cerca de 4.000 pessoas, que a fiel Monique Evans tomara uma decisão pessoal e definitiva: "Monique não vai mais fazer programa erótico", disse. Palmas, gritos e vivas prolongadíssimos ecoaram pela igreja. Monique confirmou a decisão.

E assim cai o último programa batuta da TV aberta.

11:48 AM | mais Televisão | Comente. (59)


09.03.04 // Vetado!

Censuraram o blog do Alan Sieber!

05:38 PM | Comente. (45)


08.03.04 // Dia internacional da mulher.

Recado da governadora no dia internacional da mulher.

03:21 PM | mais Coisa Nenhuma | Comente. (51)


// Cinema Redux

Nicholas dá a dica: Cinema Redux, uma exploração do DNA visual de 8 filmes.

12:28 PM | mais Cinema | Comente. (48)


// Fatos interessantes sobre Renato Aragão

Você sabia que Renato Aragão...

- É compositor e letrista?
- É um eximo tocador de bongo?
- É tenente do exército, formado pelo Centro de Preparação de Oficiais de Reserva?
- Foi zagueiro quase profissional de vários clubes cearenses?
- É filho de um dos fundadores da faculdade Dom José Tupinambá ?
- É vascaíno?
- Tem cinemas com seu nome em Fortaleza e Manaus? E uma praça em Angola?
- É chanceler da ordem de Rio Branco?
- É cidadão carioca?
- É cidadão paulistano?
- É fã de ´A praça é nossa´?
- É fã de Ronald Golias e por causa disso assitiu ´Aviso aos navegantes´ e ´Carnaval no fogo´ 16 vezes?
- Tinha entre seus admiradores Carlos Drummond de Andrade?
- Já comprou uma fábrica de pentes e a vendeu por um valor 5 vezes maior?
- É fã de Kubrick e Kurosawa?

12:21 PM | mais Baboseira | Comente. (38)


05.03.04 // Mark Millar é rei.

Acabei de descobrir que a história do Mark Millar é uma farsa provavelmente feita pra homenagear um aniversário de guerra dos mundos. E eu caí como um pato! Mandou muito bem ele, a única coisa que me deixou com a pulga atrás da orelha foi a escalação das estrelas pro filme, mas mesmo assim nem desconfiei da farsa. O cara é um gênio.

Toda a verdade, aqui.

04:51 PM | mais Cinema | Comente. (38)


// Quem tem medo do Homem-Morcego?

De onde veio a imagem que ilustra esse texto? São os designs para o Batman Begins, o novo filme do morcegão dirigido por Christopher Nolan? Não exatamente. Esses são um pouco mais antigos e foram encomendados em 1946, por um sujeito que já era um cineasta conhecido e admirado que atendia pelo nome de Orson Welles.

Uma coisa que grande parte dos admiradores de cinema sérios gostam de fazer é esquecer que o homem foi um grande fão de hqs por toda a sua vida e que era um regular visitante das primeiras convenções do gênero. Agora um livro que está no prelo, vai revelar os bastidores de mais um dos tantos projetos engavetados do Welles, o de fazer o primeiro filme do Batman em 1946, com ele mesmo (ou Gregory Peck) como protagonista, James Cagney como o Charada, Marlene Dietrich como Mulher-Gato e George Raft como o duas caras (Humprey Bogart recusou o papel).

Tem essa coluna ótima do grande Mark Millar que teoriza um pouco sobre o que aconteceria se ele tivesse de fato conseguido fazer o filme. Os super-heróis seriam parte do mainstream hoje em dia e acharíamos muito mais normal um cara com a cueca em cima da calça do que cowboys sujos ou detetives particulares? O que aconteceria se esse ramo da cultura pulp tivesse sido absorvido tão cedo no cinema? Martin Scorcese ia dirigir Authorithy e Godard o Homem-animal?

03:28 PM | mais Cinema | Comente. (56)


// O último playboy.

Na coluna da velha fofoqueira Ancelmo Góis hoje:

Jorginho Guinle deixou ontem o Hospital de Ipanema. Está no Copacabana Palace, hotel construído por sua família.

Na chegada, pediu milk shake de baunilha para brindar.

As 10 da manhã, o maior playboy brasileiro estava morto. Moral da história? Mantenham distância do milk shake de baunilha do Copacabana Palace.

Um momento de silêncio pelo homem que melhor soube como torrar a fortuna da família e passou o rodo nas mulheres mais cobiçadas de seu tempo (e de todos os outros). Um homem que nos seus 28 anos, fez um cálculo da quantidade de milhões que podia gastar por ano até o fim da vida. O problema é que calculou a morte cedo demais e passava os últimos anos ganhando a vida como guia turístico. Se vê que não era um sujeito muito otimista.

01:36 PM | mais Notícias | Comente. (62)


04.03.04 // Gin e Tônica

Você parece com algum memrbo do Monty Python? Que tal deixar de ser vítima de gracejos e trabalhar em um longa sobre a vida de Graham Chapman ? testes abertos, lá na Inglaterra. E não, eles não pagam o busão.

10:36 AM | mais Comunicados | Comente. (44)


03.03.04 // A festa do carequinha.

Impossível não discutir o Oscar, mesmo sabendo que ele é um prêmio estritamente comercial e não uma validação universal e indiscutível de qualidade fílmica. Desse jeito faz muito sentido que o Senhor dos Anéis tenha ganho seus 11 carequinhas, já que arrecadou gigadólares no Box-office.

Foi uma festa sem supresas, mas um diferencial foi que pela primeira vez em muito tempo dois filmes que eu acho realmente bons estavam concorrendo nas categorias melhor filme e melhor diretor, o que é uma raridade. Os filmes eram Sobre meninos e Lobos e Encontros e desencontros, e como eu ainda não comentei nada sobre os dois aqui, deixe eu rasgar um pouco de seda.

O primeiro é o último grande filme do Clint, e o segundo o primeiro grande filme da Sofia Coppola (que dá mole para o Clint na foto abaixo), e essa frase ficou meio confusa mas encarem como uma tentativa minha de se qualificar para o ingresso em algum movimento de vanguarda literária. De qualquer maneira, apesar de nenhum dos dois levar nenhum prêmio de direção ou filme, fiquei satisfeito do Oscar de melhor roteiro original para a Sofia e os de ator para o Penn e o Robins, mesmo achando que o Bill Murray podia ter levado um careca fácil. Mas ele vai ser o protagonista do próximo filme de Wes Anderson, e com certeza ano que vem a academia reserva um peso de papel pra ele.

No mais, a homenagem ao Blake Edwards foi justíssima e o Billy Cristal continuou sem graça como sempre. Porque não chamam de novo o Steve Martin ou alguém da nova geração, como o Owen Wilson e o Mike Myers? Bem que aqueles velhos reacionários da academia podiam ter mais visão.

E pra finalizar, a cobertura do SBT foi um show a parte. Um show de besteiras que eram vomitadas pelo Rubens Ewald a cada dois segundos, um show de mongolice da sua companheira de mesa e um show de marketing intrusivo proporcionado por aquele travesti que um dia foi a Babi que entrevistava funcionários da cervejaria Brahma que tinham comentários importantíssimos sobre a premiação.

03:48 PM | mais Cinema | Comente. (78)


01.03.04 // Pixelzine.

A Luciana está lancando o Pixelzine, um serviço de instalação e hospedagem de blogs bem interessante para quem não tem servidor próprio ou não quer perder tempo com as insuportáveis configurações dos serviços. Ricomendo!

03:31 PM | mais Notícias | Comente. (49)


// Um novo tipo de aporrinhação.

Se vocês derem uma olhada nos comentários do post ´Retrospectiva 2003 : pior atendimento´ vão encontrar não um, mas três posts de um spam anunciando o fatídico Penis Enlargement.

Das duas uma. Ou os spammers desenvolveram mais uma arma mortífera ou então meus textos dão a impressão de que eu realmente necessito do produto. Porca miséria.

10:49 AM | mais Comunicados | Comente. (47)